14/11/2012- Escola Primária Naka Taikoyama

Pela segunda vez, nossa turma foi conversar com os alunos do ensino primário, nos dividimos em seis grupos e respondemos as perguntas elaboradas por eles. Perguntas sobre nossos costumes, as coisas que mais gostamos no Japão, o que gostaríamos de mudar, como é a escola em nosso país. E é claro, o futebol do Brasil, os jogadores famosos, a comida... No final um aluno brasileiro me agradeceu por ter ensindao um pouco sobre o país dele, que ele próprio não conhecia... Também recebemos muitas cartinhas nos agradecendo pela visita e comentando sobre nossas conversas. Foi emocionante poder lê-las e perceber o carinho.

23/9/2012- Treinamento para terremotos e catástrofes naturais


Apesar do tempo chuvoso, participamos do treinamento  em Minami Taikoyama, foi muito interessante. Nosso grupo se dissolveu e nos misturamos com a comunidade local, onde fomos muito bem aceitos. Havia um carro simulador de tremores até o nível mais elevado, onde sequer conseguimos pensar... uma barraca com simulaçao de incêndio: uma dificuldade imensa de respirar e se locomover pela fumaça, na escuridão... Uma simulação de mutirão para apagar um incêndio e instruções de como usar a mangueira do hidrante, além de como proceder em caso de incêndio no fogão, como usar o extintor, como carregar pessoas feridas, locomoção de cadeirantes, manuseio de aparelho ressucitador e primeiros socorros,  preparação e distribuição de comida. Também tivemos treinamento de como pedir socorro por telefone, olhando cartazez e desenvolvendo o diálogo como numa situação real. Nossa partcipação saiu na tevê a cabo e no jornal.

 

 

veja mais fotos na página em japonês

15/09/2012- Como se proteger durante terremotos


Terremoto é algo que pode acontecer a qualquer instante, é preciso ao menos ter noção do que que fazer caso aconteça, sem pânico e em segurança. Os japoneses se preparam, treinam, recebem treinamentos nas escolas quando crianças, e realizam treinamentos periódicos, nas comunidades. Nossa classe participará pela primeira vez de um treinamento no bairro onde fica o centro comunitário que utilizamos para nossas aulas. Por isso, tivemos uma aula especial sobre os cuidados que devemos tomar em casa, como agir em caso de perigo, o que levar se precisar sair às pressas de casa.. Cada grupo fez seu cartaz e debatemos nossas necessidades, como: levarr os documentos pessoais, caderneta do banco, e carimbo porque os caixas eletrônico podem não funcionar, combinar um local de abrigo em caso de perigo, etc. e principalmente em manter um bom relacionamento com os vizinhos, até porque se ninguém nos conhecer, ninguém irá nos procurar nem sentir nossa falta. Nessa hora, os vizinhos se ajudam e se salvam. Pense nisso.

25/08/2012- Viagens

O tema de hoje foi viagens, colocamos um grande mapa sobre a mesa, nos sentamos ao redor e discutimos sobre onde fomos, onde gostaríamos de ir, no Japão e no exterior... A conversa foi animada e divertida e como sempre acabamos falando de nossa terra natal, suas preciosidades, nossa saudade...

28/07/2012- Festivais de verão

Falar em verão é falar em matsuri, os tradicionais festivais  que temos por todo o Japão. É a época dos hanabi, as queimas de fogos sobre rios, praias... desfiles de carros alegóricos, danças típicas... Falamos sobre nossos primeiros festivais, comparamos com o carnaval brasileiro, cada um explicou o que há em seu país e nos divertimos muito, deu até vontade de dançar...

21/07/2012- Kanji

Os muçulmanos estão no Hamadan, período de recesso, tipo a nossa quaresma, onde se deidicam mais aos afazeres religiosos,e então tivemos hoje  muito mais professores voluntários que alunos. Apesar disso, estumamos kanji, seu emprego nas palavras. Foi meio silencioso mas foi proveitoso.

30/06/2012 - Pensando na educação das crianças

Como será que é a escola japonesa para  as crianças com raízes estrangeiras? Discutimos sobre o ponto de vista das crianças, dos pais e apoiadores. Com certeza, as crianças que vêm do exterior realmente têm muitos problemas no Japão, e causam um grande impacto na família. pensamos que a familia, a escola, a sociedade  e o governo precisam se unir para resolver esses problemas.

Depois de ver o documentário Andorinhas Solitárias que retrata o cotidiano de um grupo de jovens, suas atitudes, comportamento e sonhos, etc. Nos reunimos nessa aula para discutir nossas opiniões, como é a escola de Toyama para os estrangeiros, de que maneira a escola pode incentivar o aluno a aprender, etc. e tivemos as seguintes opinões:

-Apesar de não saber japonês, não devem dizer logo de início que é impossível estudar ou chegar ao colegial, se receber ajuda pode aprender.

-Estudar normalmente junto com os japoneses, receber apoio sem ser retirado da sala durante as aulas pois depois não consegue entender as provas e as matérias.

-Receber apoio para enfrentar as diferenças culturais e aprender, ter mais chances de comunicação dentro da sala.

-Se a criança não recebe atenção do professor, não consegue se comunicar, não tem amigos, a escola não tem como ser um lugar agradável.

É importante não apenas conhecer as diferenças culturais mas reconhecê-las e conviver amigavelmente, colaborando, pouco a pouco,  entre si.

A educação das crianças é uma questão muito importante para os pais de qualquer país, motivo de grande preocupação. Discutimos, pela primeira vez, na Waiwai e é claro que não podemos resolver nada de imediato mas continuaremos a pensar na posição de cada um.

 

 

27/06/2012- Conversando com estudantes



 Fomos visitar a escola primária Naka Taikoyama, pertinho co Centro Comunitário Minami Taikoyama, onde funciona nossa classe de  japonês, Waiwai. Fizemos atividades de intercâmbio com estudantes do quinto ano. Conversamos bastante, fomos em dez pessoas, cinco estrangeiros e cinco japoneses. Primeiro tivemos a sessão de perguntas: que tipo de comida gostamos, esportes, como são nossas casas, etc .Depois brincamos juntos e suamos pra acompanhar o ritmo das crianças.

09/06//2012- Kanji

Hoje durante nossa aula recebemos a visita da Imizu Cable Tv que veio gravar para um programa especial sobre a vila onde fica nosso centro comunitário. Ficamos um pouco apreensivos mas deu tudo certo. O moço da tv pensou em mostrar-nos em dois grupos: os estrangeiros e os japoneses mas todos concordamos que queríamos ser vistos juntos já que em nossa classe existe apenas um grupo, somos todos iguais.Ah, a aula de kanji também foi muito proveitosa...

26/05/2012- Conversando em duplas

Em nossas aulas sempre falamos sobre um mesmo tema, mas  hoje foi diferente. Nos dividimos em duplas e em três temas: famíla, coisas com as quais nos assustamos e coisas que nos são preciosas. Surgiram várias histórias e pudemos desenvolver uma conversa animada e proveitosa para japoneses e estrangeiros, pois nós aprendemos uns com os outros.

10/03/2012- Problemas...

Que tipo de problemas nós temos? Por que? E o que deveríamos fazer para solucioná-los?

Este assunto é amplo e complicado, as vezes temos problemas que demonstramos ou as pessoas não percebem o que estamos sofrendo, problemas emocionais, discriminação... Para os estrangeiros, as vezes, é mais fácil perceber que a pessoa está passando por algo mas os japoneses parecem que ainda não percebem isso.

Mas na nossa sala, podemos falar sobre tudo!

25/02/2012- As coisas que gostamos...

Nosso tema de hoje foi sobre as coisas que gostamos, nos dividimos em duplas, conversamos sobre várias coisas, escolhemos algo e depois apresentamos para todos. Alguns de nós têm gostos parecidos e outros fazem coisas diferentes, nossas conversas são sempre muito animadas!

28/01/2012- O que fazemos durante nossas folgas e feriados?

Foi uma conversa muito animada sobre nossas horas de folga e lazer. O que fazemos? Onde vamos? Com quem? Anotamos em papéis adesivos, montamos um cartaz e depois apresentamos para todos. Falando de nossa experiências, perdemos um pouco a vergonha de errar e aprendemos melhor...

活動のお知らせ

2017ねんどの かつどうが はじまりました。みなさん、ぜひ きてください。